Inscrições de 14 a 15/10 – CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Sobre o curso: Uma valorização dos saberes originários, que tentam sobreviver na sociedade capitalista e aos efeitos, sentidos até hoje, do colonialismo. Propor uma gastronomia anticolonial para curar os males e abrir os caminhos para os encantados nos ajudarem a soprar o céu pra cima.

Tainá Marajoara é indígena do povo originário Aruã Marajoara, do Pará. A pesquisadora é curadora, cozinheira, realizadora cultural e fundadora do Ponto de Cultura Alimentar Iacitatá. Além disso, é Liderança da Rede de Cultura Alimentar, diretora do projeto Cultura Alimentar Tradicional Amazônica (CATA), eleita conselheira nacional de cultura alimentar no âmbito do Ministério da Cultura, pesquisadora membro do Núcleo de Estudos em História Oral (NEHO) da Universidade de São Paulo e faz parte da Latin American Studies Association (LASA).

Skip to content