Nos dias 17 e 18, o encontro Cultura Para Alimentar reúne degustações e debates sobre cultura alimentar cearense 

A Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, instituição da Secretaria da Cultura gerida pelo Instituto Dragão do Mar, realiza nos dias 17 e 18 de dezembro, o encontro Cultura Para Alimentar. O evento, gratuito e aberto ao público, contará com mesas redondas, degustações e apresentações artísticas em torno dos temas abordados pelas pesquisas desenvolvidas no Laboratório de Criação em Cultura Alimentar e Gastronomia.

No decorrer de 2019, sete pesquisadores, selecionados por meio de Edital, trabalharam em projetos relacionados com diferentes temas da cadeia produtiva do alimento, desde a colheita até o direcionamento de resíduos. Para se ter uma ideia, Paula Facó desenvolveu um prato biodegradável a partir de resíduos da produção de banana; Isaac Moreira trabalhou em um “Tempero Cearense” obtido do feijão de corda com mamão; Iury de Melo criou produtos a partir do aproveitamento integral de insumos da pesca artesanal; Mateus Ferreira destacou a produção de óleo de batiputá na comunidade indígena Tremembé da Barra do Mundaú, em Itapipoca; Fernanda Soares criou um queijo vegetal fermentado de resíduos de castanha de caju; Vicente Monteiro desenvolveu fermentos a partir do bioma Caatinga e Marina Antonácio desenvolveu um manual para criação de cozinhas no padrão Lixo Zero.

Os projetos contaram com a mentoria de especialistas em suas respectivas áreas, como Rodolfo Vilar, do projeto A.mar; Fernando Goldenstein e Leonardo Andrade, da Cia dos Fermentados; Adriano Lincoln, da Embrapa Agroindústria Tropical; Sandro Gouveia, do departamento de química analítica e físico-química ministrando disciplinas nos cursos de Química e Gastronomia da UFC; Jerônimo Villas Boas e Fábio Mena, da Reenvolver e Luíza Denardin, do Instituto Lixo Zero Brasil.

Segundo Selene Penaforte, superintendente da Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, a iniciativa é pioneira e dá visibilidade ao grande potencial da cultura alimentar do Ceará. Lina Luz, assessora de cultura alimentar e gastronomia, o Laboratório fomenta a inovação de processos e produtos locais.

Programação
Além das apresentações dos resultados das pesquisas, estarão acontecendo degustações, mesas redondas  e apresentações artísticas durante os dois dias de evento, das 9h às 16h30, com acesso gratuito e aberto ao público. No dia 17, às 11h,  Expedito Parente (Ceará 2050) e Vera Saboya abordarão o tema Sustentabilidade e Políticas Públicas para Cultura Alimentar. Às 16h30, Selene Penaforte e Marcos Valença tratarão sobre Ecologia dos Saberes. Às 17h30, Tiago Santana realizará a performance Refino, uma metáfora entre o açúcar e a escravidão.

No dia 18, às 11h, Lourdes Vicente e  Leonardo Bichara (Fida/PSI) dividirão a mesa sobre o tema Soberania Alimentar e Políticas Públicas para cultura alimentar. Ainda neste dia, a relação entre gastronomia e arte ganha um momento especial  com o projeto “Memórias do céu da boca”, de Raisa Christina. A artista irá ouvir histórias pessoais relacionada às memórias afetivas do paladar, enquanto fará um retrato com pastel óleo sobre papel craft. A atividade é gratuita e aberta ao público em geral.

Laboratório de Criação
Iniciativa inspirada na experiência da Porto Iracema das Artes, Escola de criação e formação ligada ao Instituto Dragão do Mar e à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, se constitui em espaços para experimentação, pesquisa e desenvolvimento de projetos a partir da imersão em processos formativos desenvolvidos em torno das propostas previamente selecionadas, sob a qualificação e o acompanhamento de mentores, por meio de orientações individuais, oficinas e palestras. Em 2019, o Laboratório recebeu 70 inscrições de projetos de pesquisa.

A Escola
Instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, a Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco (EGSIDB) é gerida pelo Instituto Dragão do Mar. O nome faz referência ao fundador do grupo M. Dias Branco, que financiou a sede doada para o Estado em uma parceria público-privada. O centro de formação oferece cursos básicos e profissionalizantes em cozinha, panificação e confeitaria, além de mentorias para desenvolvimento de produtos e pesquisas, por meio do Laboratório de Criação em Cultura Alimentar Gastronomia. Todas as atividades são gratuitas, mediante inscrições e processo seletivo. O público-alvo da escola são, preferencialmente,  jovens em situação de vulnerabilidade social e adultos com ou sem experiência em gastronomia.

SERVIÇO: Cultura para alimentar – Dias 17 e 18 de dezembro, das 9h às 16h30. Acesso gratuito. Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco: Rua Manuel Dias Branco, 80 – Mucuripe, Fortaleza-CE. Mais informações: (85) 3263-9726 | (85) 3248-8091 – Site: http://gastronomiasocial.org.br/.

Programação aberta ao público*

*Sujeita a alterações

17 dezembro

9h – COZINHA SHOW
Manual de Cozinhas Lixo Zero: Metodologia de resíduos sólidos
Marina Antonácio

9h45 – LANCHONETE
Merenda: Delícias com sabores de Paula Facó

10h15 – COZINHA SHOW
M.U.S.A: Materiais e utensílios sustentáveis para alimentação
Paula Facó

11h – COZINHA SHOW
Mesa redonda: Sustentabilidade e políticas públicas para Cultura Alimentar
Expedito Parente (Ceará 2050) e Vera Saboya

12h – ENTRADA
Intervenção fotográfica: Registro fotográfico das pesquisas do Laboratório de Criação

14h30 – COZINHA SHOW
Qaju: Queijo vegetal fermentado de amêndoas de castanha de caju
Fernanda Soares

15h15 – COZINHA SHOW
RealCE: Tempero feito de feijão-de-corda e mamão-verde
Isaac Jerônimo

16h – LANCHONETE
Merenda: Delícias com sabores de Fernanda Soares e Isaac Jerônimo

16h30 – COZINHA SHOW
Mesa redonda: Ecologia dos saberes
Marcos Valença e Selene Penaforte

18h – TERRAÇO
Pôr do sol & Sabores
Performance: Refino
Tiago Sant’Ana

18 dezembro

9h – COZINHA SHOW
Óleo de Batiputá: Valorização do óleo sagrado que alimenta e cura
Mateus Tremembé

9h45 – LANCHONETE
Merenda: Delícias com sabores do Ceará

10h15 – COZINHA SHOW
Fish Maria!: Valorização da pesca artesanal e aproveitamento integral dos pescados
Iury de Melo

11h – COZINHA SHOW
Mesa redonda: Soberania Alimentar e políticas públicas para cultura alimentar
Prof. Lourdes Vicente e Leonardo Bichara (FIDA/PSI)

12h – 13h / 18h – 21h – ENTRADA
Ação artística: Memórias do céu da boca
Raisa Christina

14h – COZINHA SHOW
Fermentos da K’ateenga: Bebidas e comidas fermentadas com leveduras selvagens da caatinga cearense
Vicente Monteiro

14h45 – LANCHONETE
Merenda: Delícias com sabores do Ceará

15h30 – COZINHA SHOW
Conversa com mentores: Desenvolvimento de produtos
Mentores do Laboratório de Criação em Cultura Alimentar e Gastronomia 2019

 

Laboratório de Criação em Cultura Alimentar e Gastronomia – Projetos desenvolvidos

Skip to content