Jussara Freitas comandou a fala em torno da pesquisa em cultura alimentar

 

 

 

Plateia atenta à palestra

 

Está aberto oficialmente o ciclo 2019 Laboratório de Criação em Cultura Alimentar e Gastronomia, da Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco (EGSIDB), instituição da Secretaria da Cultura (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). Com o tema “Pesquisa com afeto”, a gastrônoma Jussara Dutra proferiu, na última terça-feira (4), uma palestra, na qual apresentou também resultados de  pesquisa em cultura alimentar no Rio Grande do Sul. “É muito importante que todos os estados brasileiros façam pesquisas na área de cultura alimentar porque esse patrimônio vem a cada ano desaparecendo. Então, essas pesquisas são possibilidades de fazermos registros desses fazeres tradicionais de todos os estados brasileiros e poder passar e ensinar cada vez mais aos nossos alunos de gastronomia a importância da nossa cultura alimentar.

O Laboratório de Criação é um espaço de experimentação, pesquisa e desenvolvimento de produtos ou processos na seara da Cultura Alimentar e Gastronomia. Funciona em regime de imersão, por meio de processos formativos transdisciplinares, desenvolvidos em torno das propostas previamente selecionadas. Os pesquisadores recebem orientação de mentores que conduzem a qualificação dos projetos, por meio de orientações, oficinas, palestras e masterclasses. No total, foram selecionados oito projetos entre 70 inscritos. A lista está disponível em www.gastronomiasocial.org.br.

Iury de Melo, Fernanda Soares, Isaac Moreira, Nadya Virginia, Mateus Ferreira, Anida Gomes, Marina Antonácio e Paula Facó são os 8 selecionados para desenvolver projetos na área da gastronomia e cultura alimentar, passando por temas que vão desde a valorização da pesca artesanal até os saberes e sabores do povo indígena Tremembé.

Em breve, novas ideias para compartilhar.

 

Skip to content