A Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco adota como proposta pedagógica o modelo de “Percursos Formativos”. Essa linha de aprendizado vem sendo utilizada nas demais instituições de formação dirigidas pelo Instituto Dragão do Mar, entre elas a Escola Porto Iracema das Artes e o Centro Cultural Grande Bom Jardim.

“os percursos formativos caracterizam-se pela livre escolha por parte do aluno na composição de sua grade curricular.”

Como o próprio nome sugere, os percursos formativos caracterizam-se pela livre escolha por parte do aluno na composição de sua oferta curricular. Isso significa dizer que a autonomia intelectual e criativa é o motor de nossas formações, ou seja, é a partir da série de combinações de práticas e saberes, pautadas pelos interesses específicos e habilidades individuais dos alunos, que cada estudante molda sua formação. Isso possibilita o desenvolvimento de talentos singulares no campo da gastronomia, oportunizando, quem sabe, até o surgimento de novas poéticas culinárias.

CURSOS BÁSICOS 

São cursos livres cujo objetivo principal é iniciação ao mundo da cultura alimentar e da gastronomia, mas que oferecem, também, atualizações temáticas. Com ênfase em panificação e confeitaria, partem de Percursos Formativos que seguem uma estrutura de módulos-ensino-aprendizagem autônomos, contudo, articulados entre si, (en)caminhando (com) o aluno para uma formação que respeita o estado da arte de seus repertórios, e dos professores, nas áreas de pães e doces. Nesse sentido, a autonomia do estudante se constitui conceito orientador do processo de construção do conhecimento: o que pode acontecer independente do quantitativo de horas/cursos acumulados (conforme interesse do inscrito). A Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, oferece, assim, cardápios abertos de disciplinas que podem variar a carga a horária (a depender do conteúdo e da metodologia adotada pelo professor).

“Nesse sentido, a independência do estudante se constitui conceito orientador do processo de construção do conhecimento”

CURSOS PROFISSIONALIZANTES

São cursos cujo objetivo principal é habilitação para o exercício profissional. Ao se concluir uma carga de 240h, numa sequência coordenada de PerCursos Formativos em panificação, confeitaria ou em fundamentos da cozinha (mais conhecido por auxiliar de cozinha), o aluno terá dominado uma linguagem para inserção no mercado de trabalho. Ao todo, são oferecidos anualmente,  12 turmas dos 3 segmentos, totalizando 280 alunos inscritos. Cada PerCurso Profissional tem duração média de 3 meses, onde os alunos têm a oportunidade de participar de feiras, festivais, congressos, masterclasses, entre outros. Portanto, a cada ano serão realizadas, em cada turno, 03 edições de cada PerCurso Profissional (confeitaria, panificação e cozinha básica), com 18 cursos e 480 inscrições/ano.

“uma carga de 240h, numa sequência coordenada de PerCursos Formativos em panificação, confeitaria ou em fundamentos da cozinha (mais conhecido por auxiliar de cozinha)…”

LABORATÓRIOS DE CRIAÇÃO

São espaços de experimentação, pesquisa e desenvolvimento de produtos ou processos na seara da Cultura Alimentar e Gastronomia. Funcionam em regime de imersão, através de processos formativos de excelência, desenvolvidos em torno das propostas previamente selecionadas. Os alunos recebem orientação de mentores que conduzem a qualificação dos projetos, por meio de oficinas, palestras e masterclasses. Anualmente, são realizadas 2 edições,  cada uma com 02 categorias (Panificação e Confeitaria) 02 projetos contemplados e acompanhados por profissionais renomados/consagrados. Desse modo, ao todo, serão desenvolvidos 8 projetos, totalizando 03 meses.

“Funcionam em regime de imersão, através de processos formativos de excelência, desenvolvidos em torno das propostas previamente selecionadas.”

ONDE FICA A ESCOLA?

Skip to content